Aviso aos navegantes

Este blog é apenas uma voz que clama no deserto deste mundo dolorosamente atribulado; há outros e em muitos países. Sua mensagem é simples, porém sutil. É uma espécie de flecha literária lançada ao acaso, mas é guiada por mãos superiores às nossas. À você cabe saber separar o joio do trigo...

27 de setembro de 2013

Quem se interesserá por um insight purificador das células cerebrais?

Os pensamentos como servidores de confiança

Sobre a paixão pelo resgate da consciência pura que somos

Krishnamurti não oferece nada pra ninguém: só arranca!

Descontentamento: a trilha menos percorrida

Um olhar sobre o embaçamento da memória

16 de setembro de 2013

A função do pensamento psicológico é criar conflito

A mente em conflito deforma tudo o que pensa ver

Abrindo mão do Deus feito a imagem e semelhança do pensamento social

O ego não suporta ser observado

A essência do chute psíquico

Por não se conhecer, é que ninguém fala de si

A mensagem de Krishnamurti no filme GUERRA MUNDIAL - Z

A sociedade não é o problema; o problema somos nós

Não há nada de real no idealismo e no achismo

Todos falam "eu te amo" sem saber o que é o amor

Como pensavam os grandes mestres em termos de relações afetivas?

Cortando o umbilical cordão social

O observador como censor da mente

Não podemos ficar apegados nas citações de terceiros

Não tenho como refutar os ensinamentos de Krishnamurti

Os pensamentos não são de ninguém; estão por aí

A liberdade não está em citações livrescas

Na aceitação do que é encontra-se o equilíbrio

Sobre o ficar psicologicamente só

A semelhança entre a fuga através de Deus ou da bebida

Sobre o "cultoalizar" Krishnamurtiniano

Um olhar sobre a dor e o esforço

Um olhar sobre a ação do observador e coisa observada

Diálogo sobre observador e coisa observada

Um olhar sobre a natureza exata da natureza exata do conflito humano

É possível uma mente livre dos padrões sociais?

Sobre a questão da finalidade da vida

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Que bom que você chegou! Junte-se à nós!